domingo , 23 janeiro 2022
Início / Últimas Notícias / Musicologia: 25 riffs dos anos 90 que mudaram a história da música. Parte I

Musicologia: 25 riffs dos anos 90 que mudaram a história da música. Parte I

Depois de uma semana inteira de riffs dos anos 80 dentro do Musicologia no Radioativo, resolvemos continuar nossa saga pelos anos 90. Uma nova lista, com velhos e inconfundíveis riffs abrilhantam nossa sequência de 5 canções por dia até sexta (31). Ah, vale lembrar que no C.L. Rock de sábado (01) você ouvirá tudo outra vez. Fique ligado (a). Sábado, a partir de meio-dia.

Para começarmos, ou melhor, recomeçarmos, é preciso dizer que pela definição do New Harvard Dictionary of Music um riff é uma “progressão de acordes ou refrão repetida na música”, de forma que pode ser “um padrão, ou melodia […] que forma a base ou acompanhamento da composição musical”.

É claro, portanto, que o próprio conceito em si foi variando muito ao longo dos anos e lá nos primórdios era muito mais difícil que tivemos os riffs como os conhecemos hoje, bem definidos e geralmente mais escancarados ao ouvinte geral.

Então vamos lá! Tá na hora de fazermos uma viagem pelos diversos estilos, nacionais e internacionais, que tanto influenciam a música atual e que surgiram nos Anos 90. Confira a nossa seleção logo abaixo (em ordem cronológica)!

AC/DC – “Thunderstruck” (1990)

Se há uma banda de Rock que sobreviveu ao teste do tempo, essa banda é o AC/DC. Os caras estão marcando presença nas nossas listas desde quando falamos sobre os anos 70, e era impossível deixá-los de fora dessa já que “Thunderstruck” é um clássico não apenas da banda, mas de eventos esportivos ao redor do mundo, graças ao seu riff.

Alice in Chains – “Man in the Box” (1990)

O Grunge ainda engatinhava quando Jerry Cantrell resolveu, a la Richie Sambora, explorar o uso de um talkbox para transformar o riff de “Man in the Box” em um dos mais icônicos da história da música e em uma das pedras fundamentais do gênero no mundo — não só pelo talkbox, claro, que pouco foi explorado dali pra frente.

Metallica – “Enter Sandman” (1991)

Quando muitos achavam que o Metallica estava pronto para se entregar depois da morte de Cliff Burton, a banda continuou trilhando seu caminho em …And Justice for All, mas foi com o famigerado Black Album de 19991 que o grupo expandiu sua sonoridade, encontrou um novo elemento em Jason Newsted, e consagrou o hino “Enter Sandman” graças ao seu inesquecível riff.

Nirvana – “Smells Like Teen Spirit” (1991)

“Smells Like Teen Spirit” é sinônimo de Grunge, é sinônimo de Rock, é sinônimo de riff. A canção do Nirvana tem uma série de riffs, aliás, e todos são extremamente marcantes: o do começo, as simples duas notas que comandam o verso, o baixo de Krist Novoselic, e por aí vai. Não poderia faltar.

Pearl Jam – “Even Flow” (1991)

Foi bem difícil escolher já que temos a clássica “Alive” ou mesmo o inesquecível baixo de Jeff Ament em “Jeremy”, mas a repetição constante de “Even Flow” tornou o riff um dos mais marcantes e influentes dentro do Grunge, estabelecendo um patamar que seria bastante difícil de atingir por quem quer que fosse.

Confira também

“Dreams” do Fleetwood Mac volta ao top 30 da Billboard depois de vídeo viral com skatista

O skatista Nathan Apodaca (em destaque) certamente não imaginava que o vídeo que postou “brisando” …

Brasileiro autista cantando rock impressiona e viraliza nas redes: vídeo

É impressionante a voz do Matheus Cuelbas. Ele tem 20 anos, é de Campinas, no …

Canadá procura brasileiros para vagas de emprego: salários de até R$ 403 mil / ano

Oportunidade pra morar e trabalhar fora. Depois de Québec, agora a cidade de Montreal, no …

Universidade de Oxford abre inscrições para bolsa de estudo integral

Oportunidade para estudar fora sem gastar dinheiro. Estão abertas as inscrições para bolsa integral na …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *