segunda-feira , 19 agosto 2019
Início / Últimas Notícias / Cantora é condenada à prisão por comer banana em videoclipe

Cantora é condenada à prisão por comer banana em videoclipe

A cantora egípcia Shaimaa Ahmed, mais conhecida como Shyma, foi condenada a dois anos de prisão no Egito por “incitar a depravação e a libertinagem”, ao aparecer em um videoclipe comendo uma banana e vestindo roupas íntimas.

Em cenas do clipe da música “I Have Issues”, a cantora lambe uma maçã e come uma banana em uma sala de aula. As imagens causaram indignação na população mais conservadora do país, que pediu uma punição para Shyma.

A cantora foi detida em novembro e pediu desculpas em sua página no Facebook – que foi excluída – para quem não aprovou o vídeo, alegando que não imaginaria tamanha repercussão. “Nunca imaginei que eu ficaria sujeita a um ataque tão forte de tanta gente”, escreveu.

Os fãs de Shyma consideraram a prisão como mais uma forma de opressão no país.

Além da jovem cantora de 25 anos, o diretor do vídeoclipe também foi condenado a dois anos de prisão. Eles ainda podem recorrer da sentença.

Essa não foi a primeira vez que uma mulher foi presa no Egito por “inicitar a devassidão”. Em 2016, três dançarinas foram condenadas a seis meses de prisão pelo mesmo motivo.

Assista o clipe clicando aqui.

Confira também

Felipe Neto ‘alfineta’ Silas Mafaia após pastor declarar falência

“A justiça humana pode falhar, amigos. Mas, a justiça do caráter muitas vezes resolve”, disparou …

Bolsonaro defende excludente de ilicitude

O presidente Jair Bolsonaro defendeu, em entrevista à jornalista Leda Nagle veiculada nesta segunda-feira pela manhã na internet, uma …

Mara Maravilha revela que ganhou mais que Xuxa, Angélica e Eliana em campanha

Mara Maravilha “virou piada” nas redes sociais após ter sido “excluída” de uma campanha protagonizada por Xuxa, Eliana e Angélica. …

Mulher salva jovem de suicídio com música do Linkin Park

Que a música tem um poder mágico sobre as pessoas e seus sentimentos, isso foi …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *