Início / Últimas Notícias / Cantora é condenada à prisão por comer banana em videoclipe

Cantora é condenada à prisão por comer banana em videoclipe

A cantora egípcia Shaimaa Ahmed, mais conhecida como Shyma, foi condenada a dois anos de prisão no Egito por “incitar a depravação e a libertinagem”, ao aparecer em um videoclipe comendo uma banana e vestindo roupas íntimas.

Em cenas do clipe da música “I Have Issues”, a cantora lambe uma maçã e come uma banana em uma sala de aula. As imagens causaram indignação na população mais conservadora do país, que pediu uma punição para Shyma.

A cantora foi detida em novembro e pediu desculpas em sua página no Facebook – que foi excluída – para quem não aprovou o vídeo, alegando que não imaginaria tamanha repercussão. “Nunca imaginei que eu ficaria sujeita a um ataque tão forte de tanta gente”, escreveu.

Os fãs de Shyma consideraram a prisão como mais uma forma de opressão no país.

Além da jovem cantora de 25 anos, o diretor do vídeoclipe também foi condenado a dois anos de prisão. Eles ainda podem recorrer da sentença.

Essa não foi a primeira vez que uma mulher foi presa no Egito por “inicitar a devassidão”. Em 2016, três dançarinas foram condenadas a seis meses de prisão pelo mesmo motivo.

Assista o clipe clicando aqui.

Confira também

Danilo Gentili desabafa e recebe recado de Jair Bolsonaro

Danilo Gentili comemorou ter sido citado por Silvio Santos, durante uma conversa com Jair Bolsonaro(PSL), no programa do ...

Ed Sheeran e Justin Bieber anunciam lançamento de música juntos

Os cantores Ed Sheeran e Justin Bieber anunciaram na segunda-feira, 6, que irão lançar uma ...

Diretor de Game Of Thrones fala sobre mico com copo da Starbucks; confira

CONTÉM SPOILER Para aqueles que assistiram ao último episódio de Game of Thrones, exibido na HBO, no ...

Após salvar ‘Bohemian Rapsody’, Dexter Fletcher cria as recordações de Elton John

Entre recordações e fantasias, Elton John conta sua história, e faz isso através do olhar ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *