Início / Lançamentos & Novidades / Twitter anuncia regras mais duras para combater o assédio sexual

Twitter anuncia regras mais duras para combater o assédio sexual

O Twitter anunciou regras mais duras para regular tuítes que contenham “nudez não consensual” e mensagens de assédio, em uma intensificação da luta contra a agressão sexual em meio ao escândalo de abuso protagonizado pelo produtor de Hollywood Harvey Weinstein. As novas regras começarão a ser aplicadas nas próximas semanas, informou o Twitter na terça-feira à noite.

A rede social “suspenderá imediatamente e de forma permanente qualquer conta identificada como a fonte original de nudez não consentida e/ou usuários que claramente estão publicando informação para assediar alguém”, afirma o comunicado.

O Twitter define “nudez não consensual” como “conteúdo com imagens debaixo de saias” ou “conteúdo de câmeras ocultas”, entre outros. Como as pessoas que aparecem nestas imagens “frequentemente não sabem que o material existe, não vamos exigir uma notificação da vítima para removê-lo”, explica o comunicado.

O Twitter também indicou que as conversas com teor sexual e a troca de publicações sexuais será “inaceitável” e prometeu adotar ações quando for notificado.

As medidas seguem uma promessa feita na sexta-feira passada pelo cofundador do grupo Jack Dorsey e são anunciadas após a revolta provocada pela suspensão temporária da conta da atriz Rose McGowan, uma das que acusou Harvey Weinstein de agressão sexual.

A conta foi suspensa depois que McGowan publicou uma obscenidade contra o ator Ben Affleck, que segundo ela mentiu ao afirmar que não sabia do histórico abusivo de Weinstein. A rede social, no entanto, afirmou que a suspensão aconteceu porque a atriz rompeu as regras ao publicar um número de telefone pessoal.

O famoso produtor foi demitido do cargo de codiretor da The Weinstein Company há 10 dias e na terça-feira renunciou ao conselho de administração da empresa, da qual está completamente afastado.

Quase 40 atrizes, incluindo Gwyneth Paltrow, Angelina Jolie e Mira Sorvino, afirmaram que foram assediadas sexualmente pelo produtor. O escândalo também provocou muitas reações nas redes sociais, onde mulheres de todo o mundo revelaram casos de assédio e agressões.

 

O Globo

Confira também

Sport Flash: Real Madrid tenta volta imediata de Zidane após vexame

A eliminação vexatória para o Ajax em pleno Santiago Bernabéu nas oitavas de final da Liga dos Campeões instaurou, ...

Cidade News: Polêmica: look de Ju Paes teria partes de ave rara, diz ONG

Carnaval sem polêmica não é Carnaval. Depois do imbróglio entre Anitta, Bruna Marquezine e Neymar, agora ...

Capitã resgata poder feminino no Universo Marvel

Foram necessários cerca de 20 filmes dedicados à glória dos X-Men, do Homem de Ferro ...

Toda mulher tem uma Jenifer dentro de si, diz cantor do hit

Carnaval ainda nem começou, mas já tem uma forte favorita ao posto de hit da ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *